ArtigosCoachingReflexões

O ego é o mordomo e não o dono da casa

Acreditar é essencial, mas ter atitude é o que faz a diferença!

Quando a vida nos coloca em xeque é que temos a oportunidade de ressignificar nossas crenças. Trabalhei no mundo corporativo por 38 anos e sempre tive muita confiança no meu potencial e nos planos para o meu futuro.

Achava que se um dia uma demissão viesse, eu teria toda a tranquilidade para tocar em frente, até o dia que ela veio! Depois de quase 20 anos na empresa, o novo presidente me chama no final de uma sexta-feira, faltando 10 minutos para o fim do expediente e diz: “Você tem muitas qualidades, mas não tem as que eu preciso”, segunda-feira você não precisa vir mais. Simples assim. Com esta sutileza que eu te conto agora.

E é nestas horas que a gente escolhe como reagir. Neste dia eu pude testar a minha fé em mim, e fazer o que eu sempre dizia que faria. Levantar a cabeça e buscar o meu novo rumo. Internamente, um pedido de mudança já vinha sendo sentido, mas que ainda não tinha sido totalmente aceito por mim.

Afinal uma história de 20 anos com uma empresa do coração não era fácil de ser esquecida. Não sem dor, não sem choro, mas com a atitude que marcou um ponto de virada pessoal, profissional e espiritual na minha vida.

Às vezes, nesta hora que a mudança chega e diz é agora, a gente não entende o que o universo quer de nós. A dor da perda é igual à morte, a gente sabe que é inevitável, mas custa a aceitar. Precisamos entender que temos um período de luto que merece respeito e atenção. É preciso muita autoconfiança para que a travessia deste ciclo seja bem-sucedida e traga o novo com amor.

O bom é que existe uma fórmula para você conseguir isto: AUTOCONHECIMENTO. Não dá para se ter uma atitude segura rumo ao novo, se ainda estivermos presos ao medo do desconhecido. Não há dúvida de que o nosso maior inimigo não está longe. Aliás, dormimos com ele todas as noites: o ego que nos prende à mente que mente sobre a verdade de quem somos.

Só uma mente livre é capaz de criar um mundo livre. Por isso, se queremos um mundo melhor para viver, precisamos começar com o aqui de dentro!

Construa o seu espaço sagrado. Conecte-se com a sua essência. Entregue-se a quem entende de comando e coloque o seu ego no seu devido lugar de mordomo e não como o dono da casa que ele pensa que é.

Quando entregamos a direção do nosso destino ao ego, julgamos e acusamos o presidente que nos demitiu de injusto. Quando assumimos que aquela escolha era nossa e não tinha sido executada por medo, compreendemos que ele nos fez um favor!

Só você é capaz de se perguntar e responder para onde está indo e se quer realmente seguir no caminho em que está!

As pressões profissionais, sociais, familiares, de amigos, são apenas reflexos da sua mente presa querendo liberdade. Pois é muito mais fácil julgar o que está fora do que limpar o que está dentro. Mas isto é essencial.

Muitas vezes a zona de conforto, a segurança de um emprego certo das 08 às 18 horas pode ser a nossa proteção. Outras pode ser a nossa prisão. Depende do quanto você está conseguindo criar no seu percurso e ser feliz com isto.

E se você estiver na dor agora, vire a chave e busque seu power-on!

 

Faça Seu Céu Brilhar!

Tome aquela atitude que fará toda a diferença no aqui e agora e que se refletirá certamente nas suas conquistas futuras.

 

O seu mapa astral traduz a rota desta verdade pra você? Sabia disto?